Estruturação dos dados técnicos para bloco K


23 jul de 2015

Este bloco requer que a empresa apresente as informações relacionadas aos produtos e insumos existentes no estoque, assim como as informações relacionadas à transformação física de seus produtos.

Estas informações devem ser apresentadas tanto para produtos e insumos sob controle da empresa quanto em poder de terceiros. Para empresas industriais, o Layout do Bloco K exige que o contribuinte apresente informações do processo produtivo e ordens de produção movimentadas durante o período.

Outro ponto de grande impacto para a empresa está relacionado ao consumo específico da produção. Para que seja possível analisar todos os dados, o Fisco incluiu um novo registro na tabela de identificação de itens, onde a empresa deve elaborar a Estrutura do Produto (Lista de Materiais) de todos os produtos fabricados pela companhia, mostrando informações como quantidade consumida e percentual de perda de cada insumos.

As principais atividades de estruturação dos dados técnicos para o Bloco K são:

  1. Levantamento, identificação, classificação e codificação de todos os insumos produtivos utilizados pela empresa;
  2. Levantamento, identificação, classificação e codificação de todos os produtos fabricados pela empresa;
  3. Elaboração da Ficha Técnica, lista de materiais multinível de todos os produtos;
  4. Levantamento, classificação e codificação de todos os recursos fabris da companhia (hierarquia dos recursos produtivos);
  5. Elaboração dos roteiros de fabricação das peças, conjuntos e produtos acabados;
  6. Estruturação Hierárquica dos Almoxarifados;
  7. Definição da sistemática de funcionamento das ordens de produção (OP), requisição de materiais, movimentações de materiais entre alamoxarifados, apontamento da produção e baixa de materiais;
  8. Desenvolvimento de Controles, relatórios gerenciais e indicadores de desempenho para acompanhar evolução dos estoques (matéria-prima, componentes, produtos acabados, em poder de terceiros), perdas, sucatas, etc.